Facebook apoia OMS para combater a desinformação sobre Covid-19

Compartilhar esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Os anúncios da OMS vão funcionar de maneira semelhante aos anúncios publicitários, ou seja, através do algoritmo de personalização do Facebook, os anúncios que vão aparecer na cronologia de cada utilizador serão baseados nas informações das autoridades locais das respetivas regiões.

Mark Zuckerberg anunciou através do Facebook, que está a colaborar com a Organização Mundial de Saúde (OMS) para divulgar informações factuais sobre o Covid-19, ao mesmo tempo que implementa medidas para combater a desinformação na rede social, segundo o “Engadget”.

Os anúncios da OMS vão funcionar de maneira semelhante aos anúncios publicitários, ou seja, através do algoritmo de personalização do Facebook, os anúncios que vão aparecer na cronologia de cada utilizador serão baseados nas informações das autoridades locais das respetivas regiões.

Segundo Zuckerberg, o Facebook também está empenhado em combater a desinformação sobre o Covid-19. As ferramentas de controlo vão ser atualizadas, e o presidente executivo da Rede Social admite uma reestruturação da vigilância aos conteúdos publicados.

Para garantir que cada utilizador recebe a informação correta, o Facebook está a eliminar alegações falsas e teorias da conspiração sinalizadas por organizações globais de saúde. Adicionalmente a rede social vai bloquear o anúncio de produtos que alegam ter a capacidade de curar a doença, ou qualquer outro anúncio que pretenda explorar a situação.

Fonte: O Jornal Económico.PT

Assine a nossa Newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

Mais para explorar

Melhore sua credibilidade e visibilidade. Obtenha mais leads.

Deixe-nos uma mensagem

Fale Conosco